07 junho 2017

Resenha: Christine

Título: Christine
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Gênero: Terror | Suspense
Ano: 2013
Páginas: 616

Acreditam que assisti ao filme Christine antes mesmo de ler o livroConfesso que adorei! E acho que foi por ter gostado tanto do filme que acabei motivada a ler o livro rsrs

Mas, claro que se percebe várias mudanças gritantes quanto a adaptação e o enredo do livro, o que já era de se esperar. Mas vamos ao que interessa, vamos conhecer Christine, o carro assassino.

O livro é dividido em três partes, sendo que a primeira e segunda é narrada em primeira pessoa por Dennis, melhor e único amigo de Arnie. 
Dennis nos conta desde o início como era sua amizade com Arnie antes de Christine entrar na vida deles. 
"Então, perto do fim daquelas férias de verão, Arnie viu Christine pela primeira vez e se apaixonou por ela... Meu irmão, ele gamou e gamou feio. Até que podia ter sido gozado, se não fosse tão triste, se aquilo não tivesse ficado assustador tão depressa como ficou. Podia ter sido engraçado, se não tivesse sido tão ruim.
Quão ruim foi?
Foi ruim desde o começo. E se tornou pior rapidamente."
Arnie nunca foi popular e nem bonito, não tinha amigos, Dennis era a única pessoa que ele poderia contar como companheiro e defensor. Em casa ele vivia a sombra dos pais, seguia as regras de sua mãe, era um filho exemplar, mas tudo muda quando ele conhece ChristineFoi só colocar os olhos nela para Arnie se ver completamente encantado. O carro estava à venda e em uma situação precária, mas mesmo assim, ele acaba fechando negócio com LeBay e a comprando. 

É claro que Dennis não apoiou em nada a decisão de Arnie de comprar um carro tão detonado, mas não tinha nada que o faria mudar de ideia. E de repente, Christine se tornou o seu bem mais valioso, mas há algo estranho com o carro, e todos (menos Arnie) parecem sentir certo desconforto na presença dela.

"Sentia uma antipatia intensa. Considerou que era ridículo se sentir daquela forma em relação a um objeto inanimado, porém a antipatia estava ali, forte e indiscutível, como um caroço em sua garganta."
A família de Arnie não aceitava Christine, e por conta disso a situação em casa não eram das melhores, e ele, que antes era calmo e acatava as ordens dos pais, acaba se rebelando. 

Arnie se empenha na restauração de Christine e as coisas aos poucos começam a mudar...
De repente ele não é mais o cara que costumava ser... Com sua aparência mudando aos poucos, ele consegue conquistar a jovem Leigh Cabot, a nova aluna de sua escola e a mais desejada pelos garotos, inclusive por Dennis. Mas até Leigh é deixada de lado quando o assunto em questão é o carro.

Christine se tornou uma obsessão para Arnie, era como se ele tivesse enfeitiçado por ela. E também parecia que ela observava cada passo dele e sabia tudo o que acontecia a sua volta. 

"Ele parou na calçada por um momento, primeiro contemplando as estrelas, depois Christine, estacionada no outro lado da rua, esperando fielmente.
Ela jamais discutiria nem reclamaria, pensou Arnie. Nunca faria exigências. Pensou também que poderia entrar nela a qualquer hora e repousar no estofamento macio, descansar em seu calor. Ela nunca se recusaria. Ela... ela...
Ela o amava."

Dennis que nunca gostou de Christine começa a suspeitar de que há algo errado com o carro, e tudo começa a vir à tona quando LeBay, o antigo dono Dela morre. E o ser que até então era inanimado, ganha vida e espalha terror por onde passa. E a partir dai o livro fica macabro, e a gente acaba ansiando para que Dennis consiga descobrir uma forma de dar um fim em Christine, o carro assassino. 


Christine foi o segundo livro que li do Stephen King, e o que posso dizer é que, apesar das 609 páginas e escrita detalhista, é impossível deixar o livro de lado. É incrível e instigante! Leitura mais que recomendada para os amantes e não amantes do gênero terror/sobrenatural. Tenho certeza que vocês vão se encantar com a estória incrível que o Mestre King criou. Leiam, e não deixem de assistir ao filme. 

Ahh, e não poderia deixar de comentar o quanto essa edição está  incrível e linda! Um colírio para os olhos *-*


P.s: Antes de eu ir, não poderia deixar de comentar sobre a trilha sonora, é simplesmente incrível. Fiquei apaixonada pelas músicas quando assisti ao filme, e conforme eu estava lendo o livro ficava lembrando das músicas e isso fez com que a minha leitura se tornasse ainda mais sombria e divertida, porque as músicas são superdançantes hahaha
Encontrei uma playlist com algumas das músicas no Youtube, para ouvir clique aqui.



Comente com o Facebook:

Sem comentários :

Enviar um comentário

A Culpa é dos Leitores - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados