20 julho 2017

Resenha: Escândalos na Primavera

Titulo: Escândalos na Primavera - As Quatro Estações do Amor #4
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Ano: 2017
Páginas: 224
Skoob

E chegamos ao fim de mais uma série superquerida
Comecei a ler Escândalos na Primavera de uma forma totalmente despretensiosa e de repente me vi completamente presa ao livro e a história. Esse quarteto de amigas me rendeu ótimos momentos.

Daisy é apaixonada por livros. Se dependesse dela, viveria em seu mundo de fantasias, mas a realidade é outra, seu pai exige que ela tente arrumar um marido dentro de dois meses, caso contrário, ele a casará com Matthew, seu braço direito nos negócios.

Daisy não quer se casar com Matthew, ela o detesta e o acha uma cópia de seu pai: um homem frio e que só pensa nos negócios, sem contar que não era nada atraente. Mas alguns anos se passaram desde que se viram pela última vez e Matthew não está nada parecido com o Matthew de anos atrás, para a total surpresa dela.

Daisy não esperava ver a transformação de Matthew, e muito menos se sentir atraída por ele. Já ele sempre amou Daisy, mas se nega a ter esperanças de ter algo com ela, afinal, seu passado poderia vir à tona e destruí-los. Mas a cada dia que se passa, refrear seus sentimentos e desejos se tornou impossível.
“– É um estraga-prazeres – gritou Daisy furiosamente. – Não me quer e não admite que ninguém mais queira. Deixe-me em paz e volte aos seus planos de construir sua maldita fábrica e ganhar rios de dinheiro! Espero que se torne o homem mais rico do mundo. Espero que obtenha tudo que quer e, um dia, olhe ao redor e se pergunte por que ninguém o ama e...
Ele a calou com um forte e punitivo beijo (...)”

Escândalos na Primavera com certeza foi o melhor livro da série e me fez desejar muito mais desse quarteto.

É impossível não gostar de Daisy, das quatro amigas me identifiquei mais com ela. Uma sonhadora, que ama viver no mundinho de seus livros e que em muitos momentos prefere a companhia de uma boa história do que de pessoas. Foi bem divertido acompanhar o seu reencontro com Matthew e sua descoberta do quanto estava errada a respeito dele. Já Matthew é maravilhoso! Terminei a leitura completamente encantada por ele, e acabou se tornando impossível não se compadecer dos seus medos de que Daisy pudesse vir a odiá-lo caso seu segredo fosse revelado. Os dois são incríveis juntos, completamente perfeitos um para o outro.
“Ao longo dos anos colecionei mil lembranças suas, cada olhar, cada palavra que nunca me disse. (...) Você sempre foi tudo que eu achava que uma mulher deveria ser. E eu a tenho desejado desde que nos conhecemos, em todos os segundos da minha vida.”
Os personagens continuam apaixonantes, teremos um pouquinho de Annabelle, Lillian e Evangeline. Confesso que a Lillian me irritou muito com todas as suas críticas sobre Matthew, parecia que ela só estava enxergando o que ela queria, e não o que Daisy desejava, mas até dá para entender, ela só estava querendo proteger sua irmã de ter o coração partido. Fora isso, as meninas continuam companheiras e sempre apoiando uma a outra.

Foi uma leitura incrível e muito divertida, e que também acaba nos passando uma lição: as aparências, linhagem e status não são o suficientes para julgarmos uma pessoa.
Estou in love ♥.
E, culpados, se ainda não leram, leiam o quanto antes! #muitoamor

“(...) Ela o olhou de relance com olhos semicerrados. Um livro sempre era uma porta para outro mundo, mais interessante e fantástico do que a realidade. Mas ela finalmente descobrira que a vida podia ser ainda mais maravilhosa do que a fantasia. E que o amor podia encher o mundo real de magia. Matthew era tudo que já havia desejado. E tivera tão pouco tempo com ele!

Comente com o Facebook:

Sem comentários :

Enviar um comentário

A Culpa é dos Leitores - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados