26 julho 2017

Resenha: O Livro de Memórias

Título: O Livro de Memórias
Autora: Lara Avery
Editora: Seguinte
Gênero: Jovem adulto
Ano: 2016
Páginas: 392
Skoob

Acredito que o mais interessante em se ler um livro a cegas é que você não sabe o que esperar dele. Não sabe quais as emoções e sensações que ele vai lhe causar. Confesso que eu tinha lido apenas a sinopse de “O Livro de Memórias”, não li nenhuma resenha e, Culpados, eu precisava ter lido algo, eu precisava ter me preparado psicologicamente.... Terminei o livro em prantos.

Confesso que mal tinha lido 30 páginas e pensei em desistir da história. Não estava me prendendo. Eu estava ficando entediada, mas aí pensei: ainda nem dei uma chance para o livro, vou ler até o final... E foi a melhor decisão de todos os tempos.

Acho que estava na metade do livro quando resolvi ler o final (não surtem, eu leio o final da maioria dos livros antes de concluir a leitura :P) e pensei: interessante o desfecho. E, assim, mesmo sabendo como a história vai terminar, eu leio com a mesma empolgação de como se eu não soubesse nada (vocês devem estar me achando muito louca, né?! kkkk), e retornei do ponto em que tinha parado; e um final que não tinha me provocado nada na primeira vez em que o li, me desestabilizou completamente quando li pela segunda vez. Culpados, não estou sabendo lidar!

 A história é basicamente o que a sinopse diz.
Sammie era uma garota sonhadora. Depois de sua formatura na escola ela iria para a faculdade, já que tinha se esforçado tanto para ser uma das melhores alunas e ser aprovada na universidade, NYU. Mas nada sai como o planejado. Sammie é diagnostica com uma doença rara que mudará completamente sua vida e sua rotina.

Sammie sabe que a doença a deixará debilitada. Mas, o que mais a preocupa é a demência, causada pela NP-C, que a fará ter perca de memória. Ela não quer se esquecer das coisas que viveu, é por isso que resolve escrever um livro para a “Sam do Futuro”, para que, futuramente, se esquecesse de algo, ela teria o livro para se lembrar.
“(...) Minha memória me fez vencer o Concurso de Soletrar do Condado de Grafton quando eu tinha onze anos. E agora ela vai desaparecer. Isso é, tipo, inconcebível para mim.”
Sammie é muito decidida e tentará fazer o possível para tornar seus sonhos em realidade, mesmo sabendo que a doença irá lhe privar de muitas coisas. E nesse meio tempo entre terminar a escola, participar de um torneio nacional de debates e ser a oradora de sua turma, conhecemos Stuart, a paixonite de escola, e também conhecemos Cooper, um antigo amigo que aos poucos está retornando para sua vida.

Conforme lemos o livro de memórias da Sam, a gente acaba ficando a par de sua vida. Dos seus medos, receios, crises... dos momentos de descoberta sobre si e sobre seu coração... E entendemos que nem sempre a vida é como a gente quer e planeja. Há tantos obstáculos e surpresas.

Ler sobre Sammie foi algo incrível e que acabou por me fazer refletir em alguns momentos. Às vezes a gente reclama por tão pouco, não é mesmo?!

O Livro de Memórias foi mais um livro que me surpreendeu completamente, pois, eu não esperava nada dele inicialmente e quando concluí a leitura eu o achei tão grandioso e emocionante. Amei, amei! 

Comente com o Facebook:

Sem comentários :

Enviar um comentário

A Culpa é dos Leitores - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados