12 julho 2017

Resenha: Para Sempre Minha

Título: Para Sempre Minha - Rosemary Beach #9
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Ano: 2016
Páginas: 256
Skoob

Ler um livro da Abbi é sempre uma doce surpresa. Apesar do famoso clichê é impossível não se pegar envolvida com suas histórias e personagens. E com Para Sempre Minha não foi diferente. Estava ansiosa para saber como Beth e Tripp iriam lidar com suas diferenças.

Tripp e Beth se conheceram há oito anos e tiveram um relacionamento breve, mas que foi capaz de despertar neles os sentimentos mais intensos e verdadeiros. Era amor, de uma forma doce e ao mesmo tempo intensa. Mas Tripp estava fugindo de ter que ser obrigado a fazer coisas em nome de sua família, e é por isso que ele acaba indo embora de Rosemary Beach e deixando Beth, mas com a certeza de que quando ela completasse 18 anos ele retornaria para buscá-la. Mas nada saiu como o esperado.

Beth passou por um momento de muita dor, e sem ter o apoio de ninguém e nem notícias do homem para quem entregou seu coração, ela acabou se fechando e curtindo a vida com muitos outros homens, até que Jace apareceu em sua vida lhe dando a esperança de quem sabe, ser feliz novamente.

Mas tudo começa a complicar quando Tripp volta. Os sentimentos que há tanto tempo estavam reprimidos em seu coração, voltaram com força total, e isso era muito injusto, já que estava com Jace e o amava. Mas por um infortúnio Jace acaba falecendo, deixando Beth mais uma vez sozinha e tendo que lidar com a culpa.

“Ela merecia o melhor.
 De repente ele não estava mais aqui e nossos mundos estavam virados de cabeça para baixo. Porque eu já não conseguia ficar longe, e não havia ninguém para protegê-la, e ela não deixava que eu me aproximasse. Não me deixava corrigir o passado. Eu tinha destruído qualquer esperança quando fui embora e a deixei sem opção além de ficar com Jace.”

Tripp está tentando corrigir alguns erros do passado e também está tentando reconquistar Beth, e ele fará de tudo para mantê-la bem e segura, apesar de ela se negar a acreditar ou até mesmo ouvir o que ele tem a dizer. Ela está machucada e ainda está sofrendo pela perda de Jace.

“ – Você sempre me lembra do que eu perdi. Do que perdi duas vezes. Eu só perco com você, Tripp. Você deixa destruição por onde passa. Não consigo aguentar perder mais nada.”

Mas Tripp não desiste fácil, e com algumas descobertas por parte de Beth, esconder e reprimir seus sentimentos acaba não se tornando uma opção, apesar da incerteza de um futuro juntos.

“ – Com Jace eu não me preocupava com o que fazer para continuar respirando se ele me abandonasse. Com você, eu quero tudo. [...] Eu me apaixonei por você quando tinha 16 anos e isso nunca mudou. Mas confiar o meu coração a você é outra coisa. Com você preciso saber que será para sempre.”

Por mais que Para Sempre Minha não tenha sido uma das minhas histórias prediletas da série Rosemary Beach, é inegável que ainda continuo encantada pelos personagens. Gosto de histórias com encontros e desencontros, perdão e recomeços.

Tripp é apaixonante e muito determinado. Já a Beth que eu achei que fosse uma garota durona, acabou mostrando ser muito doce e sensível. Adorei a participação dos outros personagens, apesar de ter tido vontade de bater no Woods em uma determinada cena rsrs

Recomendo muitíssimo a série! A escrita da autora é muito instigante, sem contar que os meninos de Rosemary Beach são #tudodebom ;). 

Comente com o Facebook:

Sem comentários :

Enviar um comentário

A Culpa é dos Leitores - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados