03 agosto 2017

Resenha: O Segredo de Emma Corrigan

Título: O Segredo de Emma Corrigan
Autora: Sophie Kinsella
Editora: Record
Gênero: Chick-lit
Ano: 2005
Página: 384
Skoob

Já se imaginou contando TODOS seus segredos para um desconhecido em um momento de completo pavor por pensar que vai morrer? Não né?!

Emma Corrigan também nunca imaginou ter seus segredos expostos, mas tudo muda quando, em uma viagem de negócios, em um avião passando por várias turbulências, e por achar que não chegará viva, ela acaba contando todos seus segredos para o homem ao seu lado.

Ela fala de seus verdadeiros sentimentos para com seu namorado. Conta da vez que quebrou a caneca preferida do seu chefe e das vezes em que jogou suco de laranja na plantinha de sua colega de trabalho. Confessa que o café de seu serviço é péssimo e que sempre inventa uma desculpa com sua colega de trabalho para tomar um café fora,. Contou de seu sonho lésbico som sua melhor amiga, e que mentiu no seu currículo, e contou também que mentiu seu verdadeiro peso e tamanho de manequim. Enfim, ela contou tudo sobre si...

E bem, para sua sorte ou não, as turbulências passaram, e ela, definitivamente, não morreu, mas, teve seus segredos revelados, o que é quase a mesma coisa de morrer - morrer de vergonha.

Bem, mas é vida que segue.

Ao chegar de viagem, Emma acaba aceitando o convite de Connor, seu namorado, para morarem juntos. Parece que depois de tudo, as coisas vão melhorar. Mas para sua completa surpresa, no dia seguinte, Emma acaba descobrindo que seu chefe, Jack Harper - que está fazendo uma visita a empresa depois de anos -, era o homem para o qual ela contou todos seus segredos.

Com isso, ela tem certeza que será mandada embora. E, se antes Emma proporcionou momentos para lá de divertidos, com a descoberta da verdadeira identidade Jack Harper, as coisas ficaram ainda mais engraçadas.
"É como se ele tivesse algum tipo de ímã. Estou sentada aqui, com toda a atenção no carrinho de chá, e, no entanto, não consigo tirar os olhos dele.
É por causa do avião, fico dizendo a mim mesma. É só porque nós estivemos juntos numa situação traumática; é por isso. Não há outro motivo."

Há tempos que não lia um livro tão divertido. Fiquei mais uma vez encantada pelos personagens e pela escrita da Sophie Kinsella, que, ao mesmo tempo que é totalmente divertida, também é, em alguns momentos, tensa rsrs. Teve momentos que eu fiquei com o coração na mão por causa da Emma.

Emma Corrigan é uma figura. É toda atrapalhada, mas acredito que essa é a sua característica mais marcante. É divertida ao extremo e não tem como não se identificar com ela em algum momento.

Jack Harper é uma coisa linda de meudeuso, apesar de que teve momentos que se eu pudesse, teria brigado com ele rsrs. Mas ele também é apaixonante.

Eu amei o livro, amei os personagens e mal vejo a hora de poder ler mais livros da Sophie Kinsella, porque ela com certeza é a rainha do chick-lit.



Comente com o Facebook:

Sem comentários :

Enviar um comentário

A Culpa é dos Leitores - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados