01 agosto 2017

Resenha: O Último Adeus


Título: O Último Adeus - Rosemary Beach #12
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance | New Adult
Ano: 2017
Páginas: 224
Skoob
Resenha postada originalmente no Blog Notas Literárias.

E estamos chegando ao fim de mais uma série muito querida por mim, e acredito que por milhares de leitoras rsrs.

Desde que li Ao Seu Encontro fiquei muito curiosa quanto a vida do Capitão, até destaquei na minha resenha que a revelação sobre ele foi a melhor coisa que aconteceu em todo o livro, então é claro que minhas expectativas estavam altíssimas para conhecer mais a fundo esse homem misterioso; e devo ressaltar que a história não deixou a desejar.

Como é comum dos livros da série, Abbi vai direto ao ponto. Sem enrolações, sem delongas. E por conta disso acabei concluindo a leitura de O Último Adeus dentro de horas, pois não consegui deixá-lo de lado. Tanto a história, quanto a escrita da autora, me prenderam até a última página.

Para quem leu Ao seu encontro, já sabe com o quê o Capitão trabalhava (se ainda não leu pare por aqui, spoiler à vista). E agora poderemos entender um pouco mais de sua personalidade e os motivos que o levaram a ser quem é.

Atormentado pelo seu passado, River pouco pode fazer para amenizar a dor de ter perdido seu grande amor. Como forma de sobrevivência e também de aplacar sua dor, ele se tornou um assassino. Tudo o que aconteceu e foi acontecendo em sua vida acabou lhe destruindo aos poucos. O garoto que foi um dia não existia mais. Agora ele não é mais River, ele se tornou Capitão: um homem insensível, por vezes amargo e que não quer saber de se apegar a nada e nem a ninguém. Seu coração pertencia a uma única garota, e sempre seria assim.

Depois de ter feito seu último trabalho, River deixou a vida de assassino para trás. Ele está em Rosemary Beach a trabalho, mas não deseja fixar morada ali. A verdade é que deseja ir embora e abrir seu próprio negócio. Mas enquanto o restaurante que está gerenciando não inaugura ele deve ficar.

River sempre fugiu quando algo remetia ao seu passado, pois toda a dor da perda tão repentina que sofreu voltava com força total, e Rose, uma funcionária do restaurante, remetia lembranças que ele preferia esquecer. Por causa disso ele foi um ogro com ela em alguns momentos, afinal, doía se lembrar de tudo, doía pensar o quanto foi falho e que não pôde fazer nada para evitar...

Pensar na culpa, no que poderia ter feito, estava consumindo River há dez anos, e a presença de Rose trazia tudo à tona: lembranças de um passado bonito e doloroso, marcado pela beleza do amor, mas também da dor da perda e pela culpa. Era praticamente insuportável estar na presença dela, mas de alguma forma, River queria protegê-la, mesmo sem saber nada sobre ela.

Rose acaba de se mudar para Rosemary Beach com sua filha de 9 anos. Ela também tem um passado misterioso, e sua conexão com River vai muito além de uma simples atração.

Mas até que ponto ambos estão dispostos a revelarem sobre suas vidas, principalmente se tratando de River, com um passado tão assombroso?

“[...] Eu era uma sobrevivente e não imploraria a ninguém para que me quisesse. Fiz isso uma vez quando era criança, e minha mãe me deixou mesmo assim. Nunca mais. Nem mesmo por River Joshua Kipling.”

Titia Abbi não decepcionou em nenhum momento ao contar a história de River. Mesclando passado e presente, podemos ter um vislumbre do garoto que ele era e do homem que se tornou. Do quanto tudo o que viveu o modificou.

O livro é narrado tanto por Rose, quanto pelo Capitão. Assim acompanhamos o passado onde foram obrigados a crescerem rápido devido não terem tido uma família que desce o suporte que precisavam. Ambos foram guerreiros e tiveram que superar as barreiras da vida sozinhos e a sua maneira.

River é um bad boy, lindo, maravilhoso, protetor e que de certa forma se sacrificou para sobreviver diante de toda a dor que teve que suportar. Já Rose é uma supermãe para Franny, uma mulher batalhadora, independente e insegura – até demais, deu nos nervos em alguns momentos. Enfim, adorei os dois e gostei bastante do desfecho, mesmo com as coisas acontecendo na velocidade da luz. 

Gente, foi só eu, ou mais alguém surtou com a belezura dessa capa? OMG! Apaixonei 😍!

E deixa eu confessar uma coisa para vocês: estou ansiosa pelo livro da Nan, mesmo achando ela uma vaca amarga kkkkk. No livro temos um capítulo narrado por Major, um dos “mocinhos” do livro Pegando Fogo, fiquei muito curiosa para saber o que a Abbi vai aprontar. E, afinal, é o último livro da série. Espero me despedir em grande estilo dessa turma que ganhou meu coração 💜.

Comente com o Facebook:

Sem comentários :

Enviar um comentário

A Culpa é dos Leitores - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados