25 setembro 2017

Resenha: Ninguém Vira Adulto de Verdade

Título: Ninguém Vira Adulto de Verdade
Autora: Sarah Andersen
Editora: Seguinte
Gênero: Humor | Não-ficção
Ano: 2016
Páginas: 120
Skoob
Resenha postada originalmente no Blog Clã dos Livros.

Vou ter que começar essa resenha confessando que ainda não conhecia o trabalho da Sarah Andersen. Ela tem uma página no Facebook com mais de 1 milhão de seguidores e, não é para menos, porque ela relata em suas tirinhas muitos momentos de nossa vida, além de serem muito divertidas.

É praticamente impossível não se identificar em várias passagens, tanto é que me identifiquei desde a primeira página do livro. E só bastou ela, para saber que a leitura seria o máximo.



Aqui vamos acompanhar os "males" de se tornar um adulto.

Quando se é criança a inocência faz parte da nossa vida, tanto é que ficamos desejando tanto os 18 anos para poder ter um pouco de liberdade e uma certa independência (digo isso por experiência própria), mas como dizem: sabe de nada inocente rsrs.

A verdade é que depois dos 18 anos, a vontade que dá é de voltar a ser criança. E bem, é a partir daí que começamos ter um pouco de entendimento da vida.

E Ninguém vira adulto de verdade resume bem a nossa vida... a gente nunca é adulto de verdade. Uma parte nossa sempre vai desejar não ter que lidar com as responsabilidades que nossa idade nos "impõe". 

De forma hilária e descontraída Sarah Andersen fala disso. De como às vezes não temos vontade de sair de casa e ver pessoas; em como a TPM nos afeta e parece um monstrinho. Fala um pouquinho de relacionamento; de como não gostamos de pessoas e somos introvertidos hahah; e detalhe ... a personagem gosta de ler, ou seja, me identifiquei muito.

O livro é uma delícia de ler, quando dei por mim já tinha concluído.
Amei conhecer o trabalho da autora e amei a edição em capa dura e todo o trabalho gráfico.

Então se está em busca de uma leitura que cativa, que provoque boas risadas e que você possa se identificar, fica aqui a minha recomendação.
Adorei!

Comente com o Facebook:

Sem comentários :

Enviar um comentário

A Culpa é dos Leitores - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados