30 outubro 2017

#Especialoutubrorosa - Ser Mulher



O mês de OUTUBRO é marcado por um movimento internacional. Um mês em que o foco principal é a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnostico precoce do câncer de mama, o OUTUBRO ROSA.

Não sei vocês, mas toda vez que essa data chega, me pego refletindo sobre alguns pontos – SER MULHER, AMOR PRÓPRIO, VIDA e quero compartilhar um pouquinho desses pensamentos com vocês hoje.

SER MULHER...


Alguns nos chamam de complexas, eu prefiro nos definir como INTENSAS. Vivemos sempre no limite entre a sanidade e um mundo de emoções que nos corroem em nossa luta diária.

SER MULHER é saber que mesmo sendo chamadas de sexo frágil, somos as verdadeiras fortes. Mães, profissionais, donas de casa, esposas, filhas, não existe apenas uma função, uma ocupação, somos tudo e todas ao mesmo tempo. É se desdobrar, lutar por seu espaço, por seus direitos, é sonhar, sacrificar. Por diversas vezes se esquecer de si mesma, sempre pensando que o tempo irá nos perdoar por estarmos nos dedicando ao próximo, a quem amamos, mesmo sabendo que ele não perdoa ninguém.

SER MULHER é conviver em meio a uma sociedade opressora, é se fazer ouvir, se fazer ser notada, é enfrentar julgamentos, apontamentos, ser subjugada, minimizada e ainda assim ser capaz de acreditar que o amanhã será diferente. Será melhor.

Portadoras do dom da vida, donas de um coração maior que o mundo, SER MULHER é acreditar, lutar e vencer. Não existem obstáculos para quem realmente sabe o valor que tem. E nós mulheres precisamos entender e aceitar nosso valor no mundo. Não somos meros seres humanos, não estamos aqui por estar, somos luz e amor.


AMOR PRÓPRIO

Quantas vezes ao longo de seu dia, você pensa em si mesma?

Sua saúde é uma prioridade para você?

Em uma escala de 1 a 10 em qual posição você se encontra? (Não se sinta envergonhada, eu mesma não me encontrei dentro dos dez itens listados).

Amar a si mesma não é ser egoísta, egocêntrica, supérflua e sim, reconhecer que do mesmo modo que amamos e cuidamos de nossa família, devemos amar e cuidar de nós mesmas. É tirar um tempinho do dia para se olhar no espelho e enxergar a grande mulher, a guerreira que está por trás daqueles olhos ali refletidos.

Amor próprio é não abrir mão de si mesma. Porque tudo bem sonhar e lutar para realizar, é equilíbrio, é dosar e busca prazer e satisfação em todas as áreas de sua vida.

É aceitar que não somos heroínas invencíveis, imortais e que precisamos nos preocupar com nossa saúde e dedicar a ela o carinho necessário. Afinal de contas, tendo saúde o resto a gente batalha e conquista.

VIDA

O maior presente nos dado e o mais frágil.

A vida é tão preciosa que ao acordar deveríamos agradecer apenas por ter aberto os olhos. 

Por essa razão, se entregar, se jogar e viver intensamente cada dia é uma obrigação. Você possui apenas uma chance para ser a melhor forma de si mesma, para conquistar cada objetivo, cumprir cada meta e realizar cada sonho. Está esperando o que para ser feliz? 

Você já tem tudo o que precisa aí dentro de si mesma.

Valorize cada minuto do seu dia, valorize a si mesma, se ame, se previna, se cuide.

O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo. Ele não poupa ninguém, não faz distinção de raça, idade e cor. Ele pode afetar você, um membro de sua família, uma amiga, uma colega de trabalho, uma conhecida... Por isso a importância de ficar atenta aos sinais e fazer o autoexame, a prevenção ainda é o melhor remédio. Quanto mais cedo diagnosticado o câncer, maior as chances de cura. Não espere ser tarde demais. Você tem o agora, use-o.


SINTOMAS




AUTOEXAME


Durante a observação é importante avaliar o tamanho, forma e cor das mamas, assim como inchaços, abaixamentos, saliências ou rugosidades. Caso existam alterações que não estavam presentes no exame anterior ou existam diferenças entre as mamas é recomendado consultar o ginecologista.

Saiba mais - ACESSE

Texto por Bia Rozante

Comente com o Facebook:

Sem comentários :

Enviar um comentário

A Culpa é dos Leitores - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados