Resenha Do Filme: Liga da Justiça


Título: Liga da Justiça | Ano de Lançamento: 2018 | Direção: Zack Snyder | Distribuidor: Warner Bros

Fomos conferir o tão esperado Liga da Justiça nos cinemas. A resenha de hoje é diferente e especial: é dupla!! A Taty e eu iremos falar sobre tudo que achamos a respeito do filme. E já aviso: as opiniões são divergentes.

O mundo continua devastado após a morte de Superman (Henry Cavill). Bruce Wayne, o Batman (Ben Affleck), continua combatendo a criminalidade. Diana, a Mulher-Maravilha (Gal Gadot); também. Mas um mal muito maior ressurge e ameaça a população mundial.

Assim sendo, Bruce recruta uma liga de heróis para ajudar ao combater um inimigo muito poderoso. Batman, Aquaman (Jason Momoa), Flash (Ezra Miller), Cyborg (Ray Fisher) e Mulher-Maravilha formam um time de super heróis, mas será que conseguirão vencer sem a ajuda de Superman?


Antes de mais nada, afirmo com todas as letras que sou uma grande fã dos heróis da DC. Não leio os quadrinhos, mas desde pequena assistia as animações e adorava conferir a infinidade de filmes dos heróis.

Do ponto de vista fã, fui ao delírio com a produção. Ver todos eles reunidos, foi de arrepiar. Aqui, pegamos o início de tudo. Nos deparamos com um Bruce nutrido de sentimento de culpa, mesmo que não transpareça o tempo todo.

Conhecemos a história de Flash e Cyborg. Ambos ainda estão a descobrir seus poderes e suas funções como super-heróis. Graças a toda sua tecnologia, Batman chega até eles, e é ele quem os direciona para o caminho de usar os poderes a favor da humanidade.

Flash é quem dá o ar cômico ao filme. Todas as suas aparições foram acompanhadas de algum tipo de piadinha ou situações cômicas.

Cyborg tem papel fundamental e fiquei muito feliz com isso. Nas resenhas que li a respeito do filme, não constavam muitos detalhes a respeito do personagem, talvez pelo fato de toda sua função enquanto herói estar totalmente ligada à construção do vilão.

Aquaman é realmente tudo aquilo que lemos por ai.

E Diana, a incrível Mulher-Maravilha, merece um super destaque! Ela define completamente as resoluções de empoderamento feminino.

Resultado de imagem para liga da justiça mulher maravilha gif

Já disse em vários posts na blogosfera, em praticamente todos os blogs nos quais escrevo, que não gosto do ator Ben Affleck. Isso sempre foi um problema, pois o Batman é um dos meus personagens favoritos da Liga. Não gostei do cara em Batman x Superman, porém preciso confessar que na Liga da Justiça ele me surpreendeu. Conseguiu (PELA PRIMEIRA VEZ NA VIDA!!!!!) me convencer que estava mesmo na pele do super-herói.

Um dos pontos em que mais me questionava nos desenhos e até mesmo nos filmes, era o motivo de o Superman ser o herói mais estimado. Nesse filme consegui enxergar o motivo: o super-herói é realmente o mais altruísta, como aponta a própria sinopse do filme.

Eu assisti com os olhos da Bianca pequena que assistia a Liga na TV. Fiquei arrepiada desde o início do filme, e a capa esvoaçante do Batman me emocionou. Talvez por isso, alguns pontos incoerentes (que a Taty vai falar melhor que eu) não me incomodaram.

Resultado de imagem para liga da justica gif aquaman
PS: Estou completamente apaixonada pelo Aquaman. O que é aquilo meninas? É realmente um bixão!!!!!!!




Oi Culpados!

Como a Bianca mencionou, fomos conferir Liga da Justiça na telona e, bem, saí do cinema um pouco decepcionada e ansiosa pelo próximo filme. 

Para começar preciso dizer que odiei o Flash. Achei seu humor tão forçado e tão diferente do Flash da série que acompanho na Netflix. Veja bem, eu nunca li os quadrinhos e não sei qual das personalidades dele é a verdadeira, mas ele me irritou tanto, que quando ele aparecia só conseguia pensa o quão tedioso e sem graça ele é.  

Sou bem indiferente quando o assunto é o Batman, e mesmo vendo que ele estava tentando agir para amenizar sua culpa, não vi nada de mais nele.  

No Aquaman a única coisa que me chamou a atenção foi sua beleza #sorry. Mas estou ansiosa pelo filme dele, acho que será bom conhecê-lo mais a fundo.

Cyborg, Mulher-Maravilha e Superman foram os super-heróis que salvaram a história, na minha humilde opinião, mesmo que todos tenham tido seu papel, destaque e importância.

E para encerrar meus comentários ácidos, preciso dizer que achei o vilão, O Lobo da Estepe, mal desenvolvido. Pra ser bem sincera, achei tudo muito superficial; para mim foi como se alguns dos personagens e o vilão  tivessem caído de paraquedas na história. Não vi nexo no vilão e na sua aparição tão repentina. 

O retorno do Superman foi o ponto auge para mim, achei bem emocionante e ao mesmo tempo impactante. Ele é o meu super-herói preferido da DC. Mas acabou ficando uma pergunta: o que fizeram com o rosto dele nesse filme? Ficou tão superficial. 

A trilha sonora é ótima, gostei bastante, principalmente da música que inicia o filme. 

Enfim, apesar de todos os meus comentários, no geral eu gostei. E a ressalva aqui é para que vocês fiquem e assistam os pós-créditos, já que há duas cenas extras, a última nos deixando ansiosos para o próximo filme. 


Trailer:




Sem comentários